Piso Protendido

Descrição do sistema
Andar de argamassa protendido, como componente basilar indicado a resistir aos esforços de alimentação e distribuí-los ao subleito. São recomendados para edificações no qual são estocados itens verticalmente, com grandes cargas, ou no qual há equipamentos pesados gerando grandes esforços pontuais ou dinâmicos, no momento em que em movimento, como nas indústrias, condomínios logísticos, mercados etc.
Qualidades técnicas
A protensão do argamassa é realizada a partir de cordoalhas engraxadas tracionadas e ancoradas na própria estrutura de argamassa do piso .
O piso de argamassa protendido tem as seguintes qualidades: diminuição das tensões de tração provocadas pela arqueadura e pelos esforços cortantes; diminuição da existência de fissuras; diminuição da altura do piso ; diminuição do algarismo de juntas de dilatação; diminuição dos serviços de preservação do piso no decorrer do tempo, em justificativa da maior defensão e da diminuição do algarismo de juntas.
Dimensões qualidades do piso
De acordo com Fernandes Engenharia, é possível cumprir placas com um vão máximo de 120 m de área, sem juntas. A empresa aborda que a maior chapa executada em seu portfólio até o hora foi de 6.232 m² O arraia de setor adágio é certo pela personalidade da concreteira de proporcionar o argamassa ininterruptamente.
Consistência do piso
A consistência varia de acordo com o projeto, sendo definida de acordo com as demandas de esforços, circulação e uso do piso .
Distância entre juntas
O piso protendido permite cumprir placas de até 120 m de área.
Princípios de fck usuais para o argamassa:
fck ≥ 35,0 MPa e Fctmk ≥ 4,5 MPa.
Andamento

Aplicação de arcaboiço ativa (cordoalhas engraxadas)
Preparo da base
É realizado um pesquisa das camadas do solo local, a partir de ensaios de cateterismo, avaliando-se dessa maneira as diversas camadas, qualidades e características mecânicas do solo local.
Abalando desses dados, é realizado o preparo do subleito, e o dimensionamento da sub-base, podendo esta ser em material granular derivado de pedra britada, ou solo alterado quimicamente.
A superfície sobre a qual será construído o piso de argamassa protendido é compactada, sendo preciso moderar a umidade do solo.
A personalidade de ajuda do solo e seu nível de compactação são abiscoitados pelo aferição do Califórnia Bearing Ratio (CBR) ou Índice de Ajuda Califórnia (ISC).

Base de deslizamento e arcaboiço ativa
Fôrmas posicionadas com furação para arcaboiço e ancoragem
Aplicação da base de deslizamento
Sobre a base é dado um filme de polietileno (encerado plástica), com intenção de diminuir o atrito entre a chapa de piso e o solo e dificultar a absorvimento de água por capilaridade da chapa de argamassa. Em maior parte, são usadas duas camadas de filme de polietileno de 200 micra cada, para coarctar o atrito automático deitado entre o argamassa e o solo, em justificativa da grande agitação exercida pela compressão do piso protendido.

Concretagem com o consumo de bomba de azagaia de argamassa
Preparação das fôrmas
As fôrmas são apoiadas sobre as laterais – base, e precisam ter aberturas na rosto inferior para passagem das cordoalhas e furação na meio da altura para a passagem de barras de adiamento e de ligamento. Abrange a ofício de abstinência flanco do argamassa lançado ou de baliza de trajeto de trabalho, além de apoiarem as ancoragens. As fôrmas de base são de madeiro, uma vez que a furação varia de acordo com o atraso das cordoalhas, de acordo com cada projeto, e são alinhadas com nível laser.
Arcaboiço das placas
A arcaboiço da chapa de argamassa protendido é composta pela associação de uma arcaboiço ativa (cordoalhas engraxadas) e uma arcaboiço passiva (armadura de fretagem e de reforços das interferências). Ao longo o processamento de arcaboiço, similarmente são inseridas as ancoragens nas fôrmas e acessórios de protensão, responsáveis pelo parecer, fixação e adiamento da abundância dos cabos de protensão à chapa de argamassa. Os cabos de protensão são cortados em aceitação com os comprimentos recomendados em projeto e, para garantia de seu parecer, recorre-se a espaçadores plásticos.
Emissão e espalhamento do argamassa
A empresa recomenda que o emissão e espalhamento sejam feitos com o óbolo de bomba, com abastecimento auxiliar de argamassa, a fim de garantir uma superfície final homogênea. É fundamental que o emissão procure diminuir o trabalho do espalhamento, diminuindo a afastamento dos componentes do argamassa.
Adensamento e nivelamento do argamassa
O adensamento e o nivelamento são realizados pela agitação aparente a partir de palco laser screed ou escala vibratória, sendo preciso o emprego de vibradores de afundamento em pontos no qual a agitação aparente é deficiente, especialmente nas cercania das bordas das juntas construtivas e nos encontros com as laterais das fôrmas.
Acabamento aparente
Compreende duas ciclos:
● Flotação, que consiste no desempeno automático para acarrear argamassa para a superfície e eliminar pequenas imperfeições deixadas ao longo o adensamento.
● Espelhamento, realizado com acabadoras alisadoras de piso (os acabamentos são capazes de ser alisado polido, alisado camurçado ou vassourado).
As coisa de acabamento do argamassa precisam ser executadas sequencialmente dentro do tempo de endurecimento do argamassa, em até mais ou menos quatro horas depois de o emissão.
Cura do argamassa
A cura pode ser ensejo com água ou com agentes químicos, de modo a evitar a fissuração por compressão. O consumo de endurecedor ajuda a exagerar a defensão aparente à abrasão.
Protensão
A protensão dos cabos é executada em 3 ciclos, de forma a combater o advento de fissuras, abraçando a continuação determinada pelo projetista. Com 20 horas depois de o início do emissão do argamassa é acostumada uma abundância de 20% da abundância completo para evitar fissuração acertada à compressão das primeiras horas. Com 3 dias é aplicada 50% da abundância completo, e com a idade de cinco dias é aplicada 100(ORIGINAL)|100 (CEM)|CEM}% da preocupação prevista. A empresa aborda que a protensão requer afazeres no parecer das cunhas e aplicação do astuto hidráulico. Cunhas malposicionadas são capazes de abscindir as cordoalhas no momento em que empurradas pelo astuto de protensão. Todos os cabos abrange seus alongamentos medidos e registrados em formulários específicos, que permanecem à uso do projetista.

Indicadores de tempo
De acordo com a empresa, a fabricação média de uma equipe é de 2.500 m2/dia, para uma chapa sem juntas de dilatação, abastecimento ininterrupto de argamassa fck = 35 MPa (na maior parte dos casos), altura média do andar h = 14 cm, índice de planicidade Fnumbers = 60.
A equipe é formada por 27 indivíduos, sendo 14 da equipe de argamassa, oito para arcaboiço, 2 para protensão, um agente de laser screed e 2 operadores de bomba.

Ferramentas e equipamentos importantes para a andamento do serviço
● Acabadoras de superfície
● Bomba para emissão de argamassa
● Caminhão-betoneira
● Furadeira
● Laser screed
● Lixadeira
● Astuto hidráulico
● Maçarico
● Equipamento para abscindir pisos
● Nível a laser
● Réguas vibratórias
● Torquês
● Trena
● Vibradores de afundamento
A empresa aborda que caso haja necessidade, pode-se estudar a preparação de central de argamassa em aréola.

Acabamento final forma alisado vítreo assassinado com acabadoras duplas de alta circuito
Segurança
O início dos serviços precisa ser precedido das proteções, evitando, assim, acidentes com as indivíduos.
Correlação de EPIs usados
● Bota de segurança com acúleo de aço
● Capacete de segurança
● Luva de proteção (vinílica, de raspa)
●Máscara para pó
●Óculos de segurança
● Advogado auricular
Controle tecnológico
É realizado o controle tecnológico do argamassa para cada betoneira descarregada, para afirmar a defensão do argamassa fornecido. O controle da defensão do argamassa é o esperado na NBR 12.655. Com a idade de 20 horas contadas através do início do emissão do argamassa, atingindo um fcj mínimo de 8 MPa, é aplicada uma abundância de 3 tf ou 20% da abundância completo; 3 dias depois da concretagem, atingindo fcj maior ou aproximado a 18 MPa, é aplicada uma abundância de 7,5 tf ou 50%. E, com cinco dias, atingindo fcj maior ou aproximado a 30 MPa, é aplicada a abundância de 15 tf, completando os 100(ORIGINAL)|100 (CEM)|CEM}% de abundância nos cabos. O alongamento claro final do alça varia de 7,2 mm/m a 7,3 mm/m.
Demarcação de planicidade e nivelamento
Demarcação aparente do andar a partir de perliógrafo (F-Number), para afoiteza da planicidade (FF planicidade) e do nivelamento (FL nivelamento). A empresa aborda que os princípios mínimos para planicidade e nivelamento são bases estabelecidos em projeto, então variam de projeto para projeto.

Acabadoras duplas de superfície com consumo de pás para acabamento final
Ideia do andar protendido abatido, com diminuição de juntas
Durabilidade e manutenibilidade
Higienização e proteção
Recomenda-se que a higienização seja ensejo com itens de pH ambíguo, para não reforçar a porosidade do andar. As juntas precisam ser constantemente verificadas, sendo limpas e seladas caso haja pontos de absorção.
Vida benéfico de projeto e prazos de garantia
De acordo com a empresa, o andar é projetado para uma vida benéfico mínima de 20 anos, e o tempo de garantia é de cinco anos.
Indicadores de preços e formas de consumo
A empresa aborda que por se tratarem de pisos feitos in loco, cada projeto de andar é exclusivo, com particularidades para cada caso, de acordo com intenção, abundância e forma de sub-base. O esforço médio por andamento anacrônico é de R$ 100(ORIGINAL)|100 (CEM)|CEM},00 (valor data base ago/2011).
Indicadores ambientais
Agrupamento do borra: de acordo com resoluções do Sugestão Nacional do Meio Local (Conama) 307 de 05 de julho de 2002 e 431 de 24 de maio de 2011, os resíduos são capazes de ser considerados de agremiação A (argamassa), agremiação B (metais) e agremiação D (graxa empregada na cordoalha).
Destinação do borra: os produtos de agremiação A são destinados a aterros de resíduos da construção civil, ou são reciclados como agregados, enquanto que os de agremiação B são recicláveis. Os resíduos de agremiação D precisam ser armazenados, transportados, reutilizados e destinados em aceitação com as cerimônia técnicas específicas.