Microcimento

O microcimento é um revestimento que tem se tornado cada vez mais popular. Liso e com visual marmorizado, a opção é feita por meio da mistura entre o cimento (com partículas reduzidas), resinas sintéticas, aditivos, aglomerantes hidráulicos e pigmentos.

A aparência do produto, muitas vezes, é comparada pelos consumidores ao cimento queimado. O cimento queimado é uma alternativa de cobertura produzida sem nenhum uso do fogo, apesar do que o nome sugere. Para sua aplicação, a argamassa mole é produzida com cimento, agregados minerais e resina que oferece aderência e elasticidade. Ela é distribuída sobre a superfície. Em seguida, o espaço recebe o “polvilhamento” do cimento em pó. Quando todo o material seca, o efeito visual obtido é bastante bonito.

Para aplicar o cimento queimado, contudo, é necessário utilizar juntas plásticas. Isso “separa” o pavimento em grandes quadrados, diminuindo suas chances de fissura.

No caso do microcimento, porém, não são necessárias juntas. O produto pode ser aplicado de forma contínua, sem nenhum tipo de divisão, e cria um resultado mais monolítico. Por possuir alta elasticidade, o produto não fica sujeito a trincas. Além disso, o aspecto marmorizado do microcimento é muito mais marcante do que o da primeira opção.

Usos do microcimento

Com sua aplicação fácil e bonita, o microcimento é indicado para as mais diferentes superfícies. Ele pode, por exemplo, cobrir o pavimento de qualquer cômodo. Fica igualmente interessante nas paredes, na bancada da cozinha ou da pia do banheiro, e cobrindo móveis.

Escadas, teto, piscina, garagens, fachadas e terraços também podem aproveitar da opção. Contudo, é importante ter em mente que o resultado é mais moderno, e sempre único. Não há como prever o marmorizado que será criado. Logo, invista apenas se possuir o desejo de inovar.

Como aplicar o microcimento?

Ao definir o uso do microcimento em casa, ou na sua empresa, primeiro é necessário contratar profissional especializado. Caso seja mal aplicada, o efeito da superfície será desastroso visualmente, além do piso ficar sujeito a fissuras e a outros problemas. Por isso, mesmo que o passo a passo seja simples, não se “aventure” sozinho nessa empreitada.

O profissional contratado, então, vai realizar a preparação da superfície de aplicação. Uma vantagem do microcimento é que ele pode cobrir qualquer superfície já existente, excluídas a madeira e as que sofrem deformações. Isso diminui a criação de entulho, e otimiza a realização da obra.

Assim, é possível sobrepor a massa em azulejos, porcelanato, cimento, pedras e mais. Independentemente do tipo de cobertura anterior, contudo, é fundamental garantir que ela esteja nivelada. As superfícies também precisam estar limpas, e livre de produtos como óleos e graxa. Qualquer sujidade pode prejudicar a aderência do produto, o que está longe do ideal.

Em seguida, a massa é preparada. Para isso, são unidos o pó cimentício e os agregados já citados anteriormente. A quantidade de cada produto varia de acordo com a superfície em que a massa será aplicada.

Uma base de microcimento é feita de modo artesanal. Logo, a aplicação da mistura é feita manualmente, com espátulas. Geralmente, são aplicadas entre 6 a 10 camadas de material, o que resulta numa espessura de 2 mm ou 3 mm.

Na hora da finalização, são utilizadas resinas acrílicas e poliuretano bicomponente. O acabamento obtido pode ser brilhante, mate ou acetinado, de acordo com o que o consumidor achar mais interessante à sua decoração.

Vantagens do microcimento

Sem dúvida, uma das principais vantagens de uso do microcimento é sua resistência, em diferentes âmbitos. Primeiro, o material é classificado na categoria A de resistência ao fogo. Sua proteção contra impactos mecânicos é igualmente elevada, o que torna a superfície ideal para áreas de grande tráfego. Dessa forma, o produto é indicado tanto para residências, quanto para ambientes como shoppings e hospitais, que possem trânsito intenso de pessoas e objetos.

Outra resistência do produto é contra os raios UV do sol. Ou seja, ao longo do tempo ele não tem seu visual prejudicado, mesmo que sofra exposição constante à luz solar.

Ao mesmo tempo, o microcimento conta com inúmeras opções de acabamentos e cores. Dessa forma, é fácil combinar o material com o restante da decoração do imóvel, saindo do tradicional cinza. Claro que tons acinzentados podem ser ótimos, mas quem deseja uma casa mais colorida contará também com suas alternativas.

Dependendo do modo de aplicação do produto, ainda é possível obter padrões, “desenhos” mais específicos no marmorizado. Assim, é importante conversar com o responsável pela obra e verificar suas sugestões.

A impermeabilidade é outra vantagem incrível deste tipo de superfície. Além de não absorver água, o produto não mancha, mesmo que o líquido tenha cor intensa, como é o caso do vinho, por exemplo. Dessa forma, a alternativa é uma das mais interessantes para ambientes constantemente úmidos, como a cozinha e o banheiro.

Finalmente, é necessário citar a facilidade de manutenção das estruturas de microcimento. Para a retirada de sujidades, o consumidor precisa apenas utilizar água, sabão neutro e um pano úmido. Como não sofre infiltrações ou fissuras, sua conservação ao longo dos anos é igualmente facilitada.

Devo escolher a opção?

Ainda está com dúvidas sobre aderir o microcimento, mesmo após conhecer as vantagens e o passo a passo do produto? Isso é simples de resolver. Você precisa apenas considerar dois pontos: a decoração da sua casa e a durabilidade desejada.

Em relação à decoração, é essencial considerar que o microcimento cria um visual mais moderno. Assim, é importante que os objetos, móveis, paredes e outras estruturas do imóvel também tenham essa vibe. O aspecto urbano é igualmente garantido, e por isso a opção poderia destoar de uma casa de campo, por exemplo. Na hora da escolha das cores do material, é ainda importante avaliar a combinação com o resto do ambiente, para que não haja grande contraste.

Já a durabilidade é um aspecto mais fácil de considerar. Se o seu objetivo é obter um piso, ou uma parede, ou outros, que durem por (quase) uma vida inteira, o micro é incrível opção! Afinal de contas, o cimento utilizado tem ótima resistência, e sua elasticidade elimina o risco de fissuras.

Leave A Reply

Your email address will not be published.