Piso de alta resistência

Um piso de alta resistência é indicado para locais de grande trânsito. Seja de máquinas, seja de pessoas. São vários os tipos disponíveis no mermado, cada um sugerido de acordo com o nível de resistência necessária para o ambiente.

De modo geral, todos os pisos deste tipo possuem resistência mecânica, à abrasão e a produtos químicos. Contudo, eles são classificados de acordo com a maior resistência que possuem. Ou seja, há aqueles com resistência mecânica, os com resistência à abrasão, resistência às manchas, atuantes contra o escorregamento, e os resistentes a ataques químicos.

Tipos de piso de alta resistência

Um piso com resistência mecânica tem relação direta com a absorção da água. Quanto menor a absorção e infiltração do pavimento, maior sua resistência. O piso com índice de resistência à abrasão, por outro lado, sofre poucos desgastes ao longo dos anos. Assim, ele pode durar um grande período sem necessitar ser trocado ou sofrer grandes reparos.

Já o piso resistente a manchas tem ótima performance especialmente contra líquidos de cor intensa. Ele costuma ainda ser mais fácil de limpar, geralmente demandando apenas água e sabão neutro. Há ainda os pavimentos que pouco escorregam, e que oferecem maior segurança ao usuário. Normalmente, sua superfície é áspera ou rugosa, em vez de lisa.

Finalmente, o piso ideal para fábricas são aqueles com resistência a químicos. Caso uma superfície diferente seja utilizada, o tempo de uso do solo pode ser menor do que ideal, demandando renovação constante. Assim, prefira este tipo de piso de alta resistência se o ambiente ficar sujeito a substâncias aquecidas, ou a ácidos.

Que pavimento utilizar?

De forma geral, um piso de alta resistência é utilizado para indústrias, estacionamentos, escolas, hospitais. Ou seja, para locais em que o trânsito de pessoas e de máquinas é constante, demandando um solo com grande resistência.

A maior parte destes pisos é produzido com concreto usinado e fibras, metálicas ou sintéticas. Seus tipos de acabamento variam, de acordo com o ambiente de aplicação. Para shoppings, por exemplo, é mais interessante que o pavimento de concreto tenha acabamento polido e brilhante. A alternativa tem um aspecto mais bonito.

Em estacionamentos, contudo, o visual áspero do próprio concreto é suficiente. Para cada tipo de acabamento, são indicados pisos diferentes, e há especificações diferentes determinadas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Entre os pisos de alta resistência disponíveis no mercado, podemos citar o Epóxi. Feito de um plástico termofixo, ele é aplicado ainda na forma líquida no chão. Em seguida, endurece, graças a sua mistura a um agente catalisador. O produto é um dos preferidos para a pavimentação de indústrias.

O granilite, por outro lado, tem característica mais decorativa. Isso porque, ele é produzido por meio da mistura entre cimento e pedaços de pedras variadas, de vários tamanhos. Nessa composição, podem entrar pedaços de quartzo, calcário, mármore e vários outros.

Como último exemplo, há o cimento queimado. Ele é aplicado por meio da argamassa líquida, que em seguida recebe uma camada do concreto em pó, “polvilhado” sobre a primeira. O resultado é uma superfície extremamente resistente.

Leave A Reply

Your email address will not be published.