Piso para quintal

O quintal de casa costuma ser um local bastante aproveitado. É lá que fica, por exemplo, a churrasqueira, ou então alguns bancos e redes para o lazer da família. O quintal, na frente ou na parte de trás do imóvel, também pode abrigar um jardim, uma horta, brinquedos e a piscina. Com tantas possibilidades assim, é compreensível que existam diversas opções de piso para quintal disponíveis no mercado.

Independentemente do que o quintal abriga, contudo, é necessário que o piso da área tenha característica antiderrapante. A escolha por qualquer pavimento deve se basear, antes de na beleza do material, nesse aspecto de segurança. Isso porque, a área externa de casa é a mais sujeita à água da chuva. Isso mesmo que o espaço seja coberto, uma vez que o vento pode levar a precipitação ao local.

Nessas situações, o piso do quintal pode se tornar escorregadio, o que gera o risco de quedas. Logo, é fundamental contar com um pavimento que reduza estes riscos. Ou seja, é fundamental contar com uma superfície antiderrapante.

Considerando essa característica, então, é possível escolher entre pisos como o bloquete, fulget, de pedras e mais. Conheça um pouco sobre acada um no texto!

Tipos de piso para quintal

1. Bloquete

O piso bloquete é um piso intertravado, ou seja, instalado como um “quebra-cabeças” e em que as peças, quando juntas, travam umas às outras. Isso significa que não é necessário o uso de nenhum agente colante entre os blocos, como o concreto, por exemplo.

Uma das vantagens deste tipo de pavimento é o seu visual. Formado por vários blocos, que podem ser de diferentes formas – retangulares, sextavadas etc. – o piso transmite a sensação de cuidado e detalhamento. Ao mesmo tempo, ele possui a capacidade de absorver a água da chuva, evitando o acúmulo de líquido ou o escorregamento dos indivíduos.

Para adaptar o piso ao ambiente mais facilmente, o bloquete está disponível no mercado em diferentes cores. A mais comum é a cinza, mas também há peças em verde, vermelho, amarelo e azul. Ao definir a opção como a melhor para o seu quintal, tenha atenção em adquirir blocos com pelo menos 60 mm, que terão resistência adequada. Se veículos transitarem sobre a superfície, é mais interessante que os blocos possuam ao menos 80 mm.

 

2. Piso drenante

Não é difícil reconhecer um piso drenante. A superfície é muito semelhante aos “chapiscos” aplicados em paredes, com um aspecto irregular e cheio de pequenos furinhos. Formado por placas de concreto, esse tipo de pavimento permite a passagem da água para o solo, o que evita seu acúmulo na superfície.

Além de resistente, o material é muito durável. Antes de escolhê-lo, contudo, é interessante considerar a presença de crianças em casa. Como é muito áspero, o piso pode facilmente provocar arranhões nas situações de queda.

3. Porcelanato externo

O porcelanato tem se tornado uma das opções preferidas dos consumidores, por sua enorme beleza e facilidade de limpeza. Geralmente, porém, ele é polido, e este tipo não pode ser aplicado em áreas externas. No entanto, há uma variação áspera do produto, ideal para a instalação em quintais. Nesse caso, a alternativa ainda será bastante bela, mas rústica.

Quando escolhe o porcelanato externo, é fundamental que o consumidor tenha o cuidado de instalar ralos no pavimento. Isso porque, o produto não permite a absorção do líquido, e é importante garantir o seu escoamento.

4. Cerâmicas externas

As caraterísticas da cerâmica externa são muito semelhantes ao citado sobre o porcelanato. Assim como o primeiro material, a opção é encontrada mais facilmente em sua versão polida e escorregadia, mas há versões mais rústicas, ideais para o quintal.

Outro aspecto importante da cerâmica é a sua resistência, que é classificada de 0 a 5. O ideal é obter cerâmicas de nível 5, mais resistentes para os impactos geralmente mais intensos do espaço externo de casa.

5. Piso de pedra

Pisos de pedra têm enorme potencial decorativo, e tendem a deixar o ambiente de fora do imóvel muito mais atraente. Entre as pedras mais utilizadas estão a Portuguesa, que tem aspecto claro e natural.

Em muitos dos casos, a instalação destes produtos é feito em forma de mosaicos, e não em grandes placas como a cerâmica ou o porcelanato. Assim, é mais que essencial contratar um especialista neste tipo de instalação.

6. Deck de madeira

Construir um deck de madeira é uma ótima opção especialmente para o redor de piscinas e hidromassagens. Sofisticada, a alternativa cria um belo visual no quintal, sendo fácil combiná-la com a decoração. Seu uso, de qualquer forma, requer cuidado, pois é necessário impermeabilizar o material e tratá-lo contra cupins. Do contrário, sua durabilidade será muito pequena.

7. Pisograma

Pisograma é a opção de pavimento formada por blocos de cimento e grama. Além de ter um belo aspecto, essa técnica permite o escoamento da água, já que existem os espaços por onde a grama cresce. Ao mesmo tempo, o produto tem fácil instalação, e pode ser removido do solo e levado a outro ambiente, se assim for desejado pelo consumidor.

8. Fulget

Também conhecido como granilite rústico, o piso fulget é produzido por meio da mistura entre o cimento, calcário, granito e outros fragmentos de pedras. Devido a estes fragmentos, o visual da superfície é bastante variado, com pequenos pedaços de pedra decorando-a. Este é o fulget tradicional.

Já o fulget natural, além dos materiais já citados, recebe em sua mistura resinas acrílicas. Essa opção é indicada para superfícies verticais, pois a resina facilita a aderência da mistura.

Também é importante destacar que este granilite rústico é diferente do granilite comum. Isso uma vez que o material comum tem acabamento liso e polido. Enquanto isso, o fulget tem a superfície áspera e irregular.

Combinações entre pisos

Lembre-se ainda que é sempre possível utilizar vários tipos de pisos para quintal de uma só vez. O pisograma e o deck, por exemplo, criam um belo visual se colocados juntos. É importante apenas avaliar as principais caraterísticas de cada pavimento, para que aspectos muito contrastantes não sejam unidos no espaço.

E então, qual piso para quintal é o seu favorito?

Leave A Reply

Your email address will not be published.